Você sabe qual é o melhor percurso para ensinar seu filho a ler?

O que fazer quando estamos perdido e não sabemos para onde ir ou que direção tomar?

ler-escrever

O que fazer quando estamos perdido e não sabemos para onde ir ou que direção tomar?


Certa vez quando estávamos voltando do Norte de Minas Gerais, pouco antes de chegar à Uberaba, eu em vez de tomar o trevo à esquerda que direcionava para Barretos - São Paulo-SP - resolvi seguir direto, pois eu sabia que a próxima cidade pela qual precisava passar para chegar ao Paraná era Uberaba, então para que pegar um trevo com sentido São Paulo - Barretos?
.

ensinar-ler-escrever


Eu fiz o que achava que devia ser feito e segui direto, ledo engano! Dez quilômetros à frente me vejo completamente perdido no centro de Uberaba.

Sobre o que vamos falar neste artigo?

  • Neste artigo vamos falar sobre As 7 Etapas da Leitura Precoce,
  • Vamos falar um pouco sobre a Afabetização no Brasil;
  • Vamos falar também sobre algumas etapas da alfabetização;
  • E como você pode começar a aplicar as primeiras atividades de pré-alfabetização em suas crianças.
ensinar-a-ler-7-etapas

Votando ao Trevo de Uberaba -MG


Nesta época o GPS era pouco acessível e a única coisa que eu tinha para me orientar era um Guia 4 Rodas (impresso).

Então, depois de rodar alguns quilômetros, completamente perdido, por quase uma hora, resolvemos parar em um posto de gasolina e pedir socorro.

Graças a Deus apareceu um abençoado montado em uma pequena motoneta Biz que se ofereceu para ir à nossa frente e mostrar o caminho, ele ainda fez melhor me levou até a saída da cidade.

Algumas pessoas poderiam dizer que fui insensato ao seguir um desconhecido, ele poderia guiar uma pessoa para qualquer beco ou emboscada. Porém eu achei que poderia confiar, pois este “anjo” carregava uma criança na garupa da moto, suponho que fosse sua filha.

E 15 minutos depois, após ser guiado por vários trevos e avenidas, aquele homem nos colocou de volta no caminho certo.

Tudo bem que mesmo com GPS toda vez que estamos voltando de Minas Gerais eu me perco, perdemos pelo menos meia hora em meio aos trevos de Uberaba, porém agora com a ajuda do GPS consigo me localizar, mesmo tendo que retornar 2 ou 3 vezes ao mesmo trevo. Sabe eu não sou muito bom com mapas e trevos.

E o que você quer dizer com isso Odair?

O que quero dizer com isso é que, às vezes tomamos decisões erradas, o mapa aponta para um caminho certo, um caminho suave a ser seguido e nós escolhemos outro, que muitas vezes nos deixa completamente perdidos sem saber que direção tomar.

Até que encontramos uma pessoa disposta a nos mostrar qual a melhor saída, alguém que nos guie pelo caminho certo e seguro, como aquele homem lá em Uberaba me guiou, me mostrou o caminho. Assim eu também quero te guiar, te pegar pela mão e mostrar quais os caminhos e as avenidas que você precisa seguir para ensinar seu filho a ler.

E agora com a tecnologia - qualquer celular tem um GPS acoplado- não precisamos recorrer apenas aos mapas impressos.

Nesta analogia além dos livros com os métodos de alfabetização podemos recorrer aos materiais e cursos da era digital, como o material que eu estou te oferecendo aqui.

Com isso, assim como eu acreditei naquele homem que me guiou com sua filha na garupa, você também pode me seguir, pois eu já percorri todo este caminho e “avenidas” carregando meus filhos, ensinando meus filhos  a ler fazendo deles um Leitor Adiantado.

Continue comigo, pois tenho mais algumas coisas para compartilhar com você...

 Antes de continuarmos posso te fazer uma pergunta?

Você esperaria 76  260 anos para ensinar seu filho a ler?

Qualquer semelhança entre essa história que eu vou te contar agora com o mundo real pode ser mera coincidência.
Ou não!

Você esperaria 76 anos para ensinar seu filho a ler

Esta é a triste realidade de várias crianças  ao concluir o 3º ano de alfabetização.

Você-esperaria-76-anos-para-ensinar-seu-filho-a-ler-ana-2016


O que vou te revelar agora pode parecer um absurdo, mas é o que vem acontecendo em nossas escolas: Muitas mães e professoras estão se sentindo muito tristes e preocupadas ao presenciar o fracasso na alfabetização, ao ver que suas crianças não estão aprendendo a ler.


É de partir o coração ver crianças de 10 anos frequentando o 5º ano sem saber escrever uma frase. São apenas copistas, elas copiam sem saber o que estão escrevendo.


É impossível aceitar que há pessoas que ao se depararem com esta realidade calamitosa possam  acreditar que isso é normal! Essa realidade é de arrepiar!!!


Pode até parecer que estou sendo dramático (e estou), mas é a mais pura verdade.


Quer saber se seu filho ou aluno está sendo bem alfabetizado?


Submeta-o a um ditado!


Infelizmente isso não é coisa da minha imaginação, veja os números do próprio MEC (Ministério da educação):


Em 2016, especialistas classificaram como catastrófico os resultados da Avaliação Nacional da Alfabetização-ANA.


Os dados mostraram que mais da metade dos alunos do 3º ano do ensino fundamental apresentaram níveis insuficiente em provas de matemática e português.


Os números mostraram que 54,73% dos alunos que concluíram o 3ª ano de alfabetização apresentaram nível insuficiente em leitura, isto indica que eles não conseguem identificar a finalidade de um texto e localizar uma informação explícita.


É preciso melhorar a alfabetização e ela começa em casa com pais devidamente capacitados.

Dê uma olhada em tudo isso...

Para piorar, na escrita 34% não foram capaz de escrever as palavras de maneira alfabética, produzindo textos ilegíveis.

Para tentar frear esta catástrofe, na época, o MEC pretendia colocar um professor assistente em cada sala de aula de 1ª e 2º ano, o que foi considerado por alguns especialistas como descolada da realidade por não desenvolver uma estratégia que ajudaria efetivamente os professores.


Não dizia o que se tinha que fazer e não ensinava como fazê-lo, na época não fizeram um projeto piloto para testar a viabilidade. “ De onde viriam 200 mil pessoas que de repente sabem alfabetizar?” - Ironizou João Batista Araujo, presidente do Instituto Alfa e Beto.

ler-e-escrever-ana-2016
Você esperaria 76 anos para ensinar seu filho a ler-na-2016-escrita
76 anos para ensinar seu filho a ler-Avalaiação-nacional-da-lafabetizacao

Sabe o que é pior em tudo isso?


É que muitas mães e professoras não fazem ideia da existência deste problema e muito menos como resolvê-lo.
E para piorar ainda mais as coisas, com base nestes resultados, se o Brasil continuar neste ritmo de melhorias do nível de aprendizado dos alunos, seriam necessários 76 anos para que todos os alunos atinjam a proficiência em leitura ao final do 3º ano do Ensino Fundamental, segundo cálculo feito pelo movimento Todos Pela Educação.

Você esperaria 76 anos para ensinar seu filho a ler

Reportagem sobre o fracasso na abestialização onde relata Cálculo feito pelo movimento Todos Pela Educação.

Causas do problema e os riscos por ficar esperando o tempo passar:



Risco Nº 1
É muito raro você encontrar uma escola que domine estas técnicas de alfabetização pelo método fônico e que consiga fazer da criança um leitor hábil sem aplicar esta metodologia.

Risco Nº 2
A criança pode até aprender a ler por meio do método global ou do construtivismo, mas não necessariamente é bom para o seu desenvolvimento cognitivo.

RISCO Nº 2
Alto risco de a criança se acostumar a memorizar e decorar palavras em vez de decodificá-las.

76 anos para ensinar seu filho a ler-Avalaiação-nacional-da-lafabetizacao-MENINO

RISCO Nº 4
Alto risco de a criança encontrar dificuldades para ler novas palavras ou decodificar pseudopalavras.

PRISCO Nº 5
Alto risco de na vida adulta vir a se tornar um analfabeto funcional.

Índice de Analfabetismo Funcional
Segundo dados do INAF (Índice de Analfabetismo Funcional) apenas 1 em cada 4 brasileiros são plenamente alfabetizados.
E aí você vai arriscar e esperar 76 anos para seu filho ser alfabetizado?

Se preferir você pode esperar 260 anos?

(Mais para o final deste artigo eu te explico de onde saiu este número assustador, por enquanto fiquemos com os 76 anos, pois este me parece “menos assustador”)


O grande problema de tudo isso é que muita gente está perdendo tempo sem conseguir alfabetizar efetivamente uma criança, com um alto risco dela se tornar um analfabeto funcional, em um adulto tal como muitos brasileiros que não gostam de ler
.


E o que é pior, perde-se o precioso tempo da criança no momento em que sua plasticidade neural está em plena atividade.


Estão perdendo o melhor momento para trabalhar na criança suas habilidades cognitivas que fariam dela um leitor hábil.


O problema não é só porque a criança não está aprendendo a ler, o problema é que se está perdendo um tempo precioso que não tem volta, ou se alfabetiza a criança efetivamente agora ou ela corre um sério risco de se tornar um leitor medíocre pelo resto da vida, um analfabeto funcional, como 75% da população adulta do Brasil. (dados do INAF).


Afinal, por que perder tanto tempo em uma metodologia que comprovadamente não está funcionando como teoricamente deveria?


Por outro lado existe um grupo seleto de mães, pais e professores que têm visto diariamente suas crianças se desenvolvendo e aprendo a ler como deveriam.


Crianças se tornando leitores, hábeis e adiantados dia após dias.


A cada fonema aprendido, cada sílaba lida, a cada palavra nova descoberta, a cada frase lida, o sorriso da criança é cada vez mais gratificante…


Isso não tem dinheiro que pague!


Enquanto isso muitas crianças são confrontadas diretamente com textos como se elas já soubessem ler, sem falar que estas crianças muitas vezes são submetidas a ditados antes mesmo de aprender a ler.


O que provavelmente faz com que estes alfabetizadores fracassem na alfabetização de suas crianças, é que talvez eles não tenham uma metodologia focada em fazer da criança um leitor adiantado.


Sejamos honestos, você sabe que isso acontece, muitos estão sem saber qual direção tomar.

Talvez você concorde comigo que há pelo menos 2 caminhos, um para se criar um leitor adiantado e outro que leva à total aversão ao gosto pela leitura.


Existe um caminho seguro a se seguir e a criança precisa ser guiada neste caminho para ser alfabetizada.

As 7 Etapas da Leitura Precoce

Você descobrirá como alfabetizar por um método eficaz pode ser realmente importante e ao mesmo tempo ...
Simples!

ensinar-a-ler-7-etapas

As 7 Etapas da Leitura Precoce

Felizmente nem tudo está perdido, para te ajudar neste caminho eu agrupei estes conhecimentos em meu novo e-book As 7 Etapas da Leitura Precoce. E vou deixar logo abaixo um link para você comprá-lo.

Não se preocupe o preço para ter acesso a estas informações não será nenhum problema.

Agrupar estas informações me tomou muito tempo, que eu até pensei em não publicar este e-book por este valor, mas do que adianta eu cobrar caro por estas dicas e limitar seu acesso?

 

 

ensinar-a-ler-7-etapas

O que você irá descobrir aqui?

Neste e-book você irá descobrir basicamente o que a criança precisa desenvolver em cada faixa etária, e quais habilidades a criança precisa dominar em cada uma das 7 Etapas da Leitura Precoce.

 

Você saberá  como e quando começar:

Aqui você saberá quando começar a desenvolver e quais  habilidades precisam ser desenvolvidas em cada uma das 7 Etapas da Leitura Precoce.

Veja abaixo as 7 Etapas da leitura precoce e o que você precisa saber antes de ensinar seu filho a ler e fazer dele um leitor adiantado:

 

Etapa 1 - Pré-Natal
Etapa 2 - Primeiro ano de vida
Etapa 3 - A linguagem Receptiva
Etapa 4 - Construindo consciência de Palavras
Etapa 5 - entre 3 e 5 anos
Etapa 6 - A Consciência Fonêmica de 4 a 6 anos
Etapa 7 - Leitura e Escrita - (5 anos - 7+ anos)

AS 7 Etapas da Leitura Precoce:

Etapa 1 - Pré-Natal
Você descobrirá  como estimular o desenvolvimento neuronal do bebê ainda no ventre.

Nesta fase você saberá o que fazer para desenvolver habilidades de escuta até o nascimento do bebê.

Etapa 2 - Primeiro ano de vida
Você irá descobrir como  descobrirá como estimular seu filho ainda na idade do balbucio, mesmo que ele não entenda nada do que você esteja falando.

Nesta etapa você descobrirá como estimular um recém-nascido durante o primeiro ano de vida.
Entre eles como desenvolver:
Estimulação sensorial
Estimulação tátil
Estimulação auditiva
Estimulação visual

Etapa 3 - A linguagem Receptiva

Nesta etapa, de 1 a 2 anos acontece a explosão do Léxico Mental, aqui você saberá como estimular seu filho agora que ele já está começando a falar.
Você descobrirá a importância de conversar e ler para seu filho desde cedo e como fazer isso com um objetivo específico.
Nesta fase verá que já é possível introduzir os primeiros Jogos de Escuta e melhorar a atenção da criança por meio da leitura de livros.

Etapa 4 - Construindo consciência de Palavras

Nesta etapa - de 2 a 4 anos- você saberá como desenvolver na criança a consciência de Palavras.
Você saberá o que ensinar para uma criança de 2 a 3 antes da alfabetização.

Etapa 5 - entre 3 e 5 anos

Nesta etapa se você tem estimulado seu filho em um ambiente letrado e fomentando o gosto pela leitura desde tenra idade, entre 4 e 5 anos você saberá como preparar a criança para começar a ler suas primeiras palavras.

Etapa 6 - A Consciência Fonêmica de 4 a 6 anos
Nesta fase você descobrirá a importância de desenvolver a Consciência Fonêmica de 4 a 6 anos de idade e quais as habilidades ele precisa dominar nesta faixa etária.

Etapa 7 - Leitura e Escrita - (5 anos - 7+ anos)

Nesta etapa se você já vem trabalhando com jogos de linguagem você descobrirá que seu filho aprenderá a usar a fonética para ajudar a decodificar palavras na leitura e ajudar na codificação de palavras na ortografia.

 

DESCUBRA COMO É SIMPLES

ensinar-a-ler-7-etapas

Quais os objetivo do e-book : as 7 Etapas da Leitura Precoce?

O principal objetivo deste e-book é te ajudar a entender o que seu filho precisa aprender e as habilidades que ele precisa desenvolver em cada etapa antes mesmo de aprender a ler.


Após entender as 7 Etapas da Leitura Precoce você saberá por onde e quando começar a ensinar seu filho a ler, com o principal objetivo de fazer dele um leitor adiantado.


Aqui você descobrirá o que fazer para ensinar seu filho a ler em casa.


As técnicas de leitura precoce não é a alfabetização propriamente dita, são habilidades que precisam ser desenvolvidas antes da alfabetização e estas devem começar ainda na primeira infância, em casa, com atividades lúdicas e divertidas.


Com isso, eu espero apontar para você o caminho a ser seguido para no futuro seu filho estar pronto para tornar-se um Leitor adiantado e começar logo a ler sua primeiras palavras.


Após as 7 Etapas da Leitura Precoce a criança estará pronta para ser alfabetizada, tornar-se-á um Leitor adiantado, com isso em mãos você saberá como dar o primeiro passo  e  a ensinar seu filho a ler em casa  suas primeiras palavras.


Com isso, se você escolher comprar o e-book As 7 Etapas da Leitura Precoce, ainda hoje, você pagará apenas R$97,00 e ainda levará de bônus meu e-book 7 Atividades de Memória Auditiva + Bônus - com atividades lúdicas para seu filho avançar nas habilidades essenciais para o desenvolvimento da memória e discriminação auditiva em métodos fônicos.

ensinar-a-ler-7-etapas

E agora? O que você pode escolher fazer?

Estas são informações preciosas que só cabe a você decidir se quer usar para melhorar a qualidade de vida de seu filho.

Só você sabe o que é importante neste momento, pois neste e-book você descobrirá o que é preciso desenvolver em cada etapa para evitar que a criança encontre dificuldades na alfabetização.


Você pode escolher vir comigo agora ou esperar 76 anos para que seu filho seja plenamente alfabetizado.

Este cálculo feito pelo movimento Todos Pela Educação ainda é generoso e modesto, segundo o Banco Mundial, isso pode ser pior, continue comigo e você verá.

O que tem acontecido com muitos brasileiros?

Estas são informações preciosas que só cabe a você decidir se quer usar para melhorar a qualidade de vida de seu filho.

Só você sabe o que é importante neste momento, pois neste e-book você descobrirá o que é preciso desenvolver em cada etapa para evitar que a criança encontre dificuldades na alfabetização.


Você pode escolher vir comigo agora ou esperar 76 anos para que seu filho seja plenamente alfabetizado.

Este cálculo feito pelo movimento Todos Pela Educação ainda é generoso e modesto, segundo o Banco Mundial, isso pode ser pior, continue comigo e você verá.

Por que apenas 8% da população adulta é plenamente alfabetizada?

No Brasil, apenas 8% têm plenas condições de compreender e se expressar.

Isso lhe parece assustador?


Porém é a mais dura realidade!
Estes são dados do INDICADOR DE ALFABETISMO FUNCIONAL - INAF
Segundo este índice apenas 8% das pessoas em idade de trabalhar são consideradas plenamente capazes de entender e se expressar por meio de letras e números.


Apenas 8 em cada 100 indivíduos que chegam ao mercado de trabalho estão no nível "proficiente"...


O INAF é dividido em cinco níveis de alfabetismo funcional:

  • Analfabeto 4%

  • Rudimentar 23%

  • Elementar 42%

  • Intermediário 23%

  • Proficiente 8%

O grupo analfabeto mais o rudimentar são considerados analfabetos funcionais...

 

Analfabetismo funcional é a incapacidade que uma pessoa demonstra ao não compreender textos simples.

Tais pessoas, mesmo capacitadas a decodificar minimamente as letras, geralmente frases, sentenças, textos curtos e os números, não desenvolvem habilidade de interpretação de textos e de fazer operações matemáticas.

Não conseguem interpretar as informações em um gráfico como este:

INDICADOR DE ALFABETISMO FUNCIONAL - INAF

O que se pode fazer?

Você pode escolher não fazer nada e então deixar que sua criança fique entre os 92% da média ou tomar a decisão agora para que ela esteja entre os 8% de leitores proficientes.

Deixar para depois pode ser tarde demais.

A minha parte eu estou fazendo.

Agora é com você!

Clicar no botão abaixo se você quer descobrir agora as 7 Etapas da Leitura Precoce.

Ou esperar até 263 anos... 

Você também pode ir junto com o Brasil e esperar 260 anos para que a criança domine a Leitura, segundo Relatório do Banco Mundial.

Brasil-pode-levar-levar-ate-260-anos-para-dominar-leitura

 

Tudo bem que este relatório é um pouco exagerado, porém cabe analisar.

Ao analisar o desempenho dos alunos brasileiros em todas as edições do PISA, desde 2003, o Banco Mundial estima que, embora as aptidões de jovens brasileiros de 15 anos tenham melhorado, se eles continuarem a progredir ao ritmo atual nosso país demoraria 263 anos para atingir o nível Educacional de hoje de países desenvolvidos em leitura e em matemática um pouco menos 75 anos.

Segundo o relatório o X da questão não é a falta de investimento na educação, mas sim a qualidade do investimento, como que é direcionado esse investimento.

O relatório diz que :

  1. As crianças chegam despreparadas para aprender.

  2. Os professores muitas vezes não têm as habilidades ou motivação para ensinar de forma eficaz.

  3. Muitas vezes, os insumos não chegam às salas de aula ou afetam a aprendizagem.

  4. A má gestão e governança geralmente prejudicam a qualidade da escolaridade.

O relatório ainda sugere uma intervenção precoce na primeira infância, o que vai de encontro com que sempre venho propondo aqui no blog.

Na minha opinião dizer que que levaríamos 263 anos é o mesmo que dizer que a alfabetização no Brasil não tem solução.

Isso é um exagero e ao mesmo tempo não é.

Se o Brasil continuar insistindo nas mesmas metodologias, continuar a fazer mais do mesmo e se não tiver o engajamento dos pais é o que se pode esperar.

A origem de todo este problema está na alfabetização.

Os nossos problemas em termos de aprendizagem no nono ano do Ensino Fundamental e ensino médio, têm a mesma origem, a raiz de todo este problema está na alfabetização, no Brasil em média 55% das nossas crianças chegam ao final do 3º ano do Ensino Fundamental, quando já deveriam estar alfabetizadas, apresentam uma alfabetização inadequada em leitura.

A gente só vai chegar lá daqui uns 260 anos, e esse é um atraso que não podemos aceitar, é preciso ver toda a sociedade trabalhando em conjunto para conseguir políticas educacionais exitosas de qualidade, em especial o engajamento e a participação ativa das famílias para que seus filhos fiquem fora dessa triste realidade.

 

As 7 Etapas da Leitura Precoce

ensinar-a-ler-7-etapas

R$47,00

E-book: As 7 Etapas da Leitura Precoce  

E-book: As 7 Etapas  Da Leitura Precoce

ensinar-a-ler-7-etapas

+Bônus

E-book:As 7 Etapas  Da Leitura Precoce

+Bônus: 

7 Atividades de Memória Auditiva

+ 5 Atividades De Consciência de Frases e Palavras

+5 Atividades de Rimas

+3 Atividades de Consciência Silábica

+ 2 Atividades de Família de Palavras (Fonema Inicial)

 

12 X R$9,70

ou R$  97,00 à vista

...

capaMA

R$27,00

E-book: 7 Atividades de Memória Auditiva 

PERGUNTAS FREQUENTES

.

ensinar-a-ler-7-etapas
Quando baixo o e-book?

Assim que você o adquirir e sua inscrição for aprovada.

No pagamento via cartão, os dados de acesso serão enviados imediatamente.

Via Boleto tem o prazo de até 48 horas.

Transferência Bancária tem o prazo de até 24 horas.

Como irei acessar?

Você receberá, por email, os dados de acesso a uma área de membros para início imediato e baixar seu e-book + atividades. 

O livro é 100% ONLINE.

O acesso pode ser feito por computador, notebook, celular, tablet e até TV, desde que tenha conexão com a internet.

Quando começo?

Comece já!

10347613_717584028280542_6596842995830438111_n

 

Antes de tudo quero deixar bem claro eu não inventei o Método Fônico, longe de mim tal afirmação, seu uso data o século XVI.

Porém, muita coisa mudou o método fônico, na atualidade, sofreu mudanças substanciais com os avanços da era moderna.

Oi, tudo bem?

Sou Odair  Machado, fundador do blog Método Fônico e um pai preocupado com a educação dos  filhos.

O objetivo aqui não é desmerecer ou desprezar professores e pedagogos, mas sim, instigar o envolvimento dos pais nesta fase tão importante no aprendizado da criança.

Se você: 

Não acredita nas metodologias adotadas nas escolas brasileiras para a alfabetização de crianças; 

Se você acredita que pode fazer a diferença na vida do teu filho ou aluno; 

E se você acredita que a criança pode ser melhor alfabetizada com o uso do Método Fônico;

Você está no lugar certo!  

Agora se você não acredita nisso, por favor, feche está janela e poupe seu tempo. 

Quero compartilhar com você um pouco do conhecimento que adquiri nos últimos anos, sobre pré-alfabetização  em especial sobre o método fônico. 

Vários estudos corroboram para comprovar a eficiência deste método e sua importância para o aprendizado da leitura. 

EU NÃO PODERIA deixar de compartilhar com você e com outros pais e educadores, pois estes conhecimentos não são ensinados nas academias. Tal é o atraso na alfabetização que se encontra o Brasil. 

Não vou ficar aqui discutindo qual o melhor método, vamos ao que interessa e o que a criança precisa aprender na pré-alfabetização para se tornar um leitor fluente. 

A criança precisa desenvolver a Consciência fonológica, algumas destas habilidades já são inatas e precisam ser intensificadas, outras como a consciência fonêmica precisa ser explicitada, não está no nosso gene, pois a escrita é uma invenção do homem. 

Depois de ler algumas bibliografias, algumas delas para esta fase do desenvolvimento infantil,  compilei e extrai destes livros algumas atividades, você verá a facilidade que é trabalhar a consciência fonológica, e verá também que não precisa ser graduado ou ser formado em pedagogia (a maioria deles desprezam estes conhecimentos) para poder introduzir uma criança no mundo da leitura e escrita. 

 

O que é Consciência Fonológica? 

As crianças devem ser expostas a atividades que desenvolvam as habilidades cognitivas especificas para aquisição da leitura e escrita, deve ocorrer uma preparação geral ainda na pré-escola. 

Alguns teóricos defendem que não se deve antecipar demasiadamente o ensino da leitura e escrita. Outros defendem que a idade ideal é mais precoce que atualmente em voga. 

Estes conhecimentos predizem em muito o sucesso da criança no aprendizado da leitura, este sucesso já foi demonstrado entre estudos suecos (Lundberg, Olofsson e Wall, 1980); os noruegueses (Hoien, Lundberg, Stanovich Bjaalid, 1975); os espanhóis (deManrique e Gramigna, 1984); os franceses (Alegria, Pignot e Morais, 1982); os italianos (Cossu, Shankweiler, Liberman, Tola e Katz, 1088); os brasileiros (Cardoso-Martins, 1995)  Seabra e Capovilla, entre muitos outros. 

Para Morais, 1995 as crianças devem ser preparadas de maneira geral para a alfabetização, como o contato com o material escrito, desenvolvimentos de atividades metalinguísticas mais básicas como a Consciência fonológica (consciência de rimas, aliterações e silabas) as crianças devem ser expostas a muita leitura, deve-se ler e muito para as crianças. Para ele a pré-escola deve reduzir as diferenças socioculturais por meio da fonologia. 

Logo abaixo você encontrará dicas e uma breve  introdução dos bônus sobre consciência fonológica, tais como: jogos de escuta - consciência de fonemas - de palavras e rimas - parlendas - e canções folclóricas. 

Tudo muito prático, simples e divertido. 

A  consciência  fonêmica e o contato com o som das letras, as relações grafema-fonema, também serão trabalhados aqui. 

 

BÔNUS: Jogos de  Memória Auditiva

Esta é uma PRÁTICA que envolve todas as etapas na aquisição das habilidades de Consciência Fonológica,

essa dinâmica é a base para que a criança se familiarize com os termos a serem usados no método, antes de avançar para jogos de linguagem mais difíceis.

O grande desafio neste jogo é fazer com que a criança escute com atenção, organizando e discriminando sons do cotidiano, sons do ambiente, do nosso corpo, objetos etc.

Logo depois as crianças são guiadas por atividades que exigem que elas prestem MAIS atenção aos sons da fala.

O principal objetivo deste jogo é fazer com a criança desenvolva a discriminação auditiva.

Estas habilidades são essenciais para o desenvolvimento da fala, linguagem e habilidades de leitura.

A discriminação auditiva nos permite focar na informação e processá-la.

Se estas habilidades não são bem desenvolvidas é como estivéssemos construindo sobre uma base inconsistente,

como se estivéssemos construindo uma casa alicerçada na areia.

O que é Discriminação Auditiva?

Segundo a Universidade de Missouri, 45% da nossa comunicação está na capacidade de ouvir e estudantes com poucas habilidades de escuta podem estar perdendo uma quantidade enorme de informações.

A discriminação auditiva é basicamente a capacidade de reconhecer as diferenças entre sons.

Particularmente no caso da consciência fonêmica, a discriminação auditiva permite à criança distinguir as diferenças entre fonemas e palavras

A discriminação auditiva permite que uma criança perceba a diferença entre palavras e seus sons semelhantes e ou seus sons diferentes.

Crianças que apresentam problemas com a discriminação auditiva podem ter dificuldades para perceber a diferença entre palavras tais como

"BALA E PALA" ou "GATO e CATO".

Geralmente a criança não consegue distinguir estas pequenas diferenças nos sons das palavras.

A discriminação auditiva desempenha um papel fundamental no desenvolvimento das habilidades de leitura.

Para alcançar à alfabetização a criança precisa desenvolver a consciência fonêmica, problemas com a discriminação auditiva pode representar uma grande barreira para o aprendiz de leitor.

Se a criança está lendo um livro sobre a fábula A Raposa e a Uva, ela precisaria ser capaz de notar que a palavra UVA é composta por 3 sons distintos

[u] [v] [a].

Se a criança apresenta problemas de discriminação auditiva, isso pode estar relacionado com o transtorno de processamento auditivo, ou falta desenvolver mais esta capacidade.

Na dúvida procure um especialista na área.

Rimas

Os jogos de rimas também tem tudo a ver com jogos de memória auditiva, pois ouvir ativamente também é a base para a criança ouvir palavras que rimam.

As atividades de rimas podem e devem ser introduzidas durante as sessões de leitura partilhada.

Lembre-se do que sempre digo: As habilidades de CF estão interligadas e uma depende da outra,

por este motivo os jogos devem ser estruturados em um continuum, do mais simples ao mais complexo.

Geralmente crianças que desenvolveram dificuldades de aprendizagem, apresentaram anteriormente problemas em discriminar rimas.

Atividades de rimas promove a consciência de que a fala não tem apenas significado e mensagem, mas também uma forma.

Por isso, durante a leitura de poesias é importante chamar a atenção de seu filho para as rimas em poemas familiares.

Consciência de Frases

Em jogos de frases é preciso focar a atenção da criança na estrutura da frase.

Com isso, quero dizer que seu filho precisa aprender que nossa linguagem é composta de frases, que são compostas de palavras,

que ela mais tarde irá dividir-se em sílabas e, finalmente, fonemas individuais (sons).

Lembre-se, a criança tende a ouvir nossa língua como algo contínuo.

Ex: Os amigos, a criança entenderia como “ozamigos”, umbigo – dois bigo - etc.

Estas atividades com frases e palavras devem ser exploradas até que a criança tome consciência de que a fala consiste em frases de diversos tamanhos.

BÔNUS: Jogos de  Rimas

Os jogos de rimas também tem tudo a ver com jogos de memória auditiva, pois ouvir ativamente também é a base para a criança ouvir palavras que rimam.

As atividades de rimas podem e devem ser introduzidas durante as sessões de leitura partilhada.

Lembre-se do que sempre digo: As habilidades de CF estão interligadas e uma depende da outra, por este motivo os jogos devem ser estruturados em um continuum do mais simples para o mais complexos.

Geralmente crianças que desenvolveram dificuldades de aprendizagem, apresentaram anteriormente problemas em discriminar rimas.

As Atividades de rima promove uma consciência de que a fala não tem apenas significado e mensagem, mas também uma forma.

Por isso durante a leitura de poesias é importante chamar a atenção de seu filho para as rimas em poemas familiares.

BÔNUS: Jogos de  Consciência de FrasesPalavras

Em jogos de frases é preciso focar a atenção da criança na estrutura da frase.


Com isso, quero dizer que seu filho precisa aprender que nossa linguagem é composta de frases, que são compostas de palavras, que ela mais tarde irá dividir-se em sílabas e, finalmente, fonemas individuais (sons).


Lembre-se, a criança tende a ouvir nossa língua como algo contínuo.


Ex: Os amigos, a criança entenderia como “ozamigos”, umbigo – dois bigo - etc.


Estas atividades com frases e palavras devem ser exploradas até que a criança tome consciência de que a fala consiste em frases de diversos tamanhos.


Consciência de Palavras


Estes jogos devem levar a criança a compreender que as frases são compostas por vários "tijolinhos" e que estes "tijolinhos" nós o chamamos de palavras e a partir daqui construir suas próprias frases, com ou sem sentido, ao trocar alguns "tijolos", proporcionando desenvolver a atenção da criança para previsibilidade, sobre o que ouvem e o que esperam ouvir.

BÔNUS: Jogos de  Consciência Silábica

Esta é considerada a consciência fonológica mais simples de se compreender e ser adquirida pela maioria das crianças.

A consciência fonológica de nível silábico compreende a habilidade de segmentar palavras em sílabas, aglutinar sílabas para formar palavras e reconhecer que determinadas sílabas formam palavras.

É considerada a consciência fonológica mais simples de ser adquirida pela a maioria das crianças por ser uma unidade natural de segmentação da fala, portanto muito mais fácil de ser adquirida do que a consciência fonêmica.

A capacidade de dividir palavras em sílabas é a porta de entrada para ser capaz de analisar os sons individuais em palavras. Uma criança que não pode ouvir sílabas terá grande dificuldade em ouvir sons individuais (fonemas), o que a levará a encontrar dificuldades com a leitura e a escrita.

Aqui também precisam ser introduzidas algumas atividades de aliteração para que as crianças tomem consciência que há palavras que começam com o mesmo som.

Por exemplo, para que ela perceba que palavra Sol e Soldado começam com o mesmo som ou a mesma sílaba.

BÔNUS: 2 Atividades de Família de Palavras (Fonema Inicial)

Está é a etapa mais complexa da consciência fonológica e que se leva mais tempo para se adquirir e aplicar.


É recomendado só avançar para estas atividades quando todas as habilidades anteriores tiverem sido dominadas.


Neste tipo de jogo é muito comum o uso de blocos coloridos para representar separadamente os fonemas das palavras, sempre organizando os blocos da esquerda para a direita, com objetivo de enfatizar a consciência de impressão.

Porém, o foco deste bônus é te ajudar a identificar fonemas em início de palavras que começam com o mesmo fone.

Para quem server?

Talvez neste momento você esteja só esperando eu te responder uma pergunta para tomar esta decisão agora.

Para quem serve este e-book Odair?

Serve para qualquer pessoa?

A resposta é sim!

Serve para qualquer pessoa engajada, pai, mãe, leigo, professor ou alfabetizador que precisa de um método eficaz,

para complementar o que já aprendeu ou dar os primeiros passos para ensinar uma criança a ler.

Esta é uma oportunidade única para quem quer realmente ENSINAR uma criança a ler.

 

Eu realmente espero

Eu realmente espero que você comece a criar seu Leitor Adiantado ainda hoje,

que seu filho ou aluno comece a ler primeiro que as outras crianças que estão sendo alfabetizadas por métodos ineficazes.

Realmente espero que as outras pessoas, pais ou professores, comecem a te perguntar o que você está fazendo de diferente para ter estes resultados com seus filhos ou alunos.

Enquanto eles ficam expondo as crianças a textos e livros, esperando que elas descubram como ler sozinhas,

 acreditando que basta copiar textos e palavras, fazendo com que a criança - como se diz no jargão das escolas - torne-se apenas um copista.

Nós ganhamos muito mais tempo criando Leitores Adiantados.

Eu não sei você, mas eu gosto de fazer outras coisas ....

que não seja ficar esperando que a criança tente adivinhar o que está escrito nos livros.

Se você quer realmente mudar o rumo dessa história e transformar seus filhos ou alunos em leitores fluentes, autônomos e adiantados:

Clique no botão abaixo e garanta seu e-book.

Você esperaria a criança chegar ao 3º ano para descobrir que ela tem atraso na leitura?

“Para você ter uma ideia, o principal critério de diagnóstico da dislexia é 2 anos de atraso de fluência em leitura,

então, só na 3ª série a criança teria o diagnóstico definido.

Prevenção

Por isso devemos tomar como ações preventivas o enriquecimento do vocabulário oral e o desenvolvimento da consciência fonológica.

Como podemos observar em várias pesquisas, essas duas práticas são altamente recomendadas para todas as crianças da Educação Infantil e não apenas para as com risco de deficiência em leitura.

Podemos concluir que pais, professores, creches e pré-escolas que conjuntamente trabalhem adequadamente esses dois aspectos

estarão reduzindo o número de alunos com dificuldades acima do esperado para a idade e para a etapa em que se encontram no processo de alfabetização.

Não dá para ficar esperando a criança chegar ao 3º ano para descobrir que ela tem atraso na leitura.

Ou o que é pior, descobrir isso no final da alfabetização como aconteceu comigo.

Alguns estudos relataram que crianças que apresentaram problemas no aspecto fonológico, como no caso da dislexia é que,

estes quando mais novos, encontraram dificuldades em identificar rimas, um indício de dificuldade em processar essa informação fonológica.

Por isso que desenvolver estas habilidades ainda na pré-escola é muito importante.

Assim, atividades com o objetivo de se precaver a deficiência em leitura devem ser tomadas antes de qualquer diagnóstico,

não importando, portanto, se se trata de dislexia ou de dificuldade de aprendizagem.

Como já afirmado acima, o principal critério de diagnóstico da dislexia é 2 anos de atraso de fluência de leitura, então, só na 3ª série.

Não dá para ficar esperando, não é verdade?

E é exatamente por isso, que por meio de meu curso Leitor Adiantado, espero prevenir esse diagnóstico em vez de remediar problemas de déficit de aprendizagem.

Eu estou fazendo minha parte, o resto é com você!

Então o que você está esperando?

Clique no botão abaixo e vem comigo!

 

© 2018 Todos direitos reservados